COMPRE SEUS PRODUTOS COM A GARANTIA DO PAYPAL QUE CABELOLISOPT OFERECE AOS SEUS CLIENTES

2 de nov de 2008

A POLÉMICA DO FORMOL

A polémica da escova progressiva continua: o formol faz mal à saúde?

Há muita polémica e mitos sobre a utilização do formol nos cabelos.
Baseados em dados químico-científicos. O formol (solução a 37% de formaldeído) deve ser armazenado em embalagem de polietileno (plástico), mantida em local seco, bem ventilado, sem incidência directa ou indirecta do calor.
Quem tem aquele tipo de cabelo que encrespa ao menor sinal de humidade no ar, "arma' com facilidade e faz com que fique horas em frente ao espelho, até que os braços doam de tanto usar o secador viu na ESCOVA PROGRESSIVA DE FORMOL uma interessante alternativa.
Claro que é bom considerar a hipótese de assumi-los crespos, aprendendo a definir os cachos com os produtos certos, como bons silicones, emulsões e gel definidor de cachos. Mas existem pessoas que não se adaptam mesmo a esta realidade e gostariam muito de se ver com cabelos lisos, sem volume, mais obedientes.
Ficou conhecida a expressão "Escova Progressiva" a técnica onde uma solução de formol, misturada à queratina líquida e uma emulsão leave-on, é aplicada mecha a mecha, sendo feita então uma "escova" tradicional. Os cabelos tornam-se bem mais lisos, pesados, encorpados. Vale a pena frisar que o formol NÃO É ALISANTE, ele é sim um "fortalecedor" do fio, criando uma espécie de "capa" que o envolve, endurecendo a queratina que é um constituinte natural e principal do fio de cabelo. O fato de o cabelo ficar mais liso é decorrência deste novo calibre mais grosso que o cabelo adquire, que faz com que tenha um "caimento" melhor, já que se torna mais pesado.
Como se faz a escova logo em seguida à aplicação, o fio se condiciona melhor a assumir essa forma, esticada, como se tivesse sido passado a ferro. E assim permanecesse por mais tempo, mais resistente às variações do clima, da humidade, do amassamento natural que sofrerá na hora da pessoa deitar e mexer nos cabelos. A boa notícia é que, ao contrário dos alisamentos tradicionais - como a escova "japonesa'", que enfraquecem realmente os cabelos, danificam profundamente os fios, fazendo com que partam e caiam - a escova com formol não é prejudicial aos fios. Como tudo tem seu preço, na hora de aplicar o formol, há uma reacção natural, de ardor nos olhos, na garganta e até tosse, devido à inalação inevitável do produto. Pessoas alérgicas a bijutarias, perfumes, detergentes, pó, portadoras de eczema alérgico, rinite alérgica podem ter reacções alérgicas à substância, com sensibilizações. Assim como os outros alérgicos também podem desencadeá-las. Para quem não tem problemas alérgicos, o desconforto é apenas na hora da aplicação e, talvez, algumas horas depois, dependendo da concentração usada, mas que não chega a causar nenhum dano. É a conhecida sensação de ardor nos olhos, garganta e, se houver algum pequeno arranhão no couro cabeludo, este local também arderá por algum tempo, apesar de o contacto directo com o couro ser evitado.
Existem alguns problemas causados pelo contacto com o formaldeído sem precaução
Inalação: pode causar ardor no nariz e na garganta, tosse, rouquidão, lágrimas e pressão no peito. Em altíssimas concentrações, cãibra, inchaço na laringe, edema pulmonar e pneumonia.
Contacto com a pele: Endurecimento e rachaduras na pele, em exposição frequente. Em concentrações acima de 10%, podem fazem cair os cabelos.
Ingestão: vómitos, dor abdominal, danos aos rins, úlceras no abdómen e intestino.
A progressiva causa cancro?
É mito que a progressiva causa cancro, porque, nada na ciência é exacta, a causa do câncer é desconhecida, se soubéssemos por que as células do corpo resolvem se multiplicar, já teríamos descoberto a cura do câncer. Todos os resultados são baseados em dados empíricos (observados, testados), não científicos. Profissionais da área de biológicas, como veterinários, médicos e enfermeiros, estão em contacto com o formol constantemente, nem por isso tem problemas, provando que tomando as devidas precauções, não há risco. Os esmaltes também levam formol em sua composição (variando de 0,05% a 2%).
Existe escova progressiva sem formol?
Não existe escova progressiva sem formol; este rótulo tem sido usado para não afectar a venda dos produtos legalizados, que tem baixa concentração (mas têm) ou como forma de vender outros produtos de alisamento (com princípios activos convencionais), prometendo os mesmos efeitos da progressiva (lembrando, porém, que esses alisamentos estragam a fibra a longo tempo).
Um bom produto, porém só é vendido para cabeleireiros e o preço de cada sessão varia de 40 euros a 140 euros. O efeito é demorado, pela baixa concentração.
Também há uma "escova temporária", porém alguns salões vendem essa técnica como se fosse a progressiva. Ela não usa formol, e sim ácido tioglicólico, um alisante convencional, um pouco menos agressivo que o hidróxido de sódio (soda cáustica).

4 comentários:

  1. Gostaria de saber onde posso encontrar formol? E se eu posso fazer uma escova progressiva em casa mesmo com 50ml de queratina 50ml de silicone 10ml de formol e um levin qualquer?

    Grata

    ResponderExcluir
  2. Gostaria de saber se gestante pode fazer progressiva,ou se vai afetar o bebe?

    ResponderExcluir
  3. Resposta para Laiza Guedes
    Faça essa receita e depois me conta como ficou os fios.
    Amiga, as receitas caseiras o fim é sempre o esmo cabelo danificado ou queda.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Resposta a respeito de formol para gestante.
    Concerteza o formol é contraindicado para gestante.
    Já temos produto direcionado para gestante sem quimica pesada ou formol.
    Visite novamente o nosso Blog e procure os post de Escova Progressiva para Gestante.

    ResponderExcluir