COMPRE SEUS PRODUTOS COM A GARANTIA DO PAYPAL QUE CABELOLISOPT OFERECE AOS SEUS CLIENTES

21 de jul de 2010

ANTIQUEDA MASCULINA COM NOVAS ALTERNATIVAS

Está mudando o perfil de quem procura um dermatologista com queixa de queda de cabelos. Senhores de mais de 50 anos, com cabelos brancos e ralos, cederam lugar aos mais jovens, na faixa dos 30 a 40 anos. Eles agora são maioria nos consultórios.

Os jovens buscam um tratamento aos primeiros sinais de queda: folículos salvos na juventude podem garantir a cabeleira no futuro. A escassez capilar tem ainda se tornado mais precoce e frequente entre as mulheres. Culpa do stress, do cigarro, das dietas malfeitas e também do excesso de tinturas, colorações, chapinhas e afins. Estima-se que 70% dos homens e 30% das mulheres vão exibir algum grau de calvície ao longo da vida – de quedas temporárias à alopecia genética e irreversível. A medicina dispõe de um bom arsenal antiqueda. Transplante de fios, remédios, suplementos e tratamentos estéticos, se não eliminam, ao menos são capazes de atenuar ou adiar o problema. VEJA consultou especialistas sobre as alternativas recomendadas para as situações mais comuns de perda de cabelos.

Transplante de fios
Como é: a partir de uma pequena faixa do couro cabeludo, separam-se unidades foliculares com um a quatro fios de cabelo. Durante a cirurgia, que pode levar de cinco a oito horas, os folículos são recolocados na área a ser coberta. O transplante pode ser feito ainda com fios longos, de até 15 centímetros
Indicação: pessoas cujo cabelo começa a ficar mais ralo na área das entradas ou no topo da cabeça e que, ao puxar um tufo com o indicador e o polegar, ficam com alguns fios na mão
Resultados: de oito meses a um ano
Eficácia: só é possível restaurar completamente o cabelo de alguém cuja calvície afete até 40% do total dos fios. Comprometimentos maiores permitem apenas restaurações parciais
A opinião dos especialistas: o método ficou mais rápido e os resultados estão mais naturais. A técnica funciona melhor em áreas como têmporas e laterais da cabeça

Suplementos nutricionais
Como agem: fórmulas à base de sílica ou proteínas melhoram a maleabilidade do cabelo e diminuem o ritmo da queda. Costumam ser combinados a outros tratamentos
Indicação: quando a queda vem acompanhada da queixa de cabelos opacos e sem vida. É sinal de falta de nutrientes, bastante comum a quem se submete a cirurgias de redução de estômago
Duração do tratamento: três meses, em média
Resultados: em três meses
Eficácia: 50%
A opinião dos especialistas: os suplementos só funcionam quando a causa da queda é a deficiência de nutrientes como ferro, biotina e cistina, detectada por um exame de sangue. As pílulas têm a vantagem de melhorar a aparência da pele e o aspecto dos fios

Finasterida
Como age: em forma de comprimido, o remédio bloqueia a produção do hormônio di-hidrotestosterona, que, produzido em excesso, torna o cabelo fino e frágil e ainda destrói os folículos
Indicação: homens com predisposição genética à calvície ou com queda em fase inicial e intermediária. É indicada mesmo a quem opta pelo transplante capilar
Duração do tratamento: pode ser usado por tempo indeterminado
Resultados: após dois meses
Eficácia: 65%
A opinião dos especialistas: assim que o uso é suspenso, o cabelo volta a cair. Se usado por mulheres grávidas ou que possam engravidar, pode causar má-formação em fetos do sexo masculino

Minoxidil
Como age: a loção dilata os vasos sanguíneos e estimula os folículos a voltar a produzir fios
Indicação: aos primeiros sinais de calvície ou queda temporária. Geralmente é combinado a tratamentos dermatológicos
Duração do tratamento: pode ser usado por tempo indeterminado
Resultados: depois de um mês
Eficácia: de 50% a 80%
A opinião dos especialistas: o medicamento tem se mostrado eficaz no combate à queda, mas o cabelo volta a cair assim que o uso é interrompido, num processo chamado efeito rebote

Laser de diodo de baixa intensidade
Como age: a fotoestimulação faz os folículos voltarem a produzir fios
Indicação: calvície inicial e quedas temporárias atribuídas a stress, má alimentação, período pós-parto e oscilações hormonais bruscas
Duração do tratamento: dez semanas
Resultados: após a quinta sessão
Eficácia: de 30% a 50%
A opinião dos especialistas: nos estágios mais avançados, quando os folículos já não trabalham mais, não surte efeito algum

Intradermoterapia
Como age: com uma agulha, aplicam-se substâncias como biotina e pantenol no couro cabeludo. Isso ajuda a interromper a queda e a estimular o crescimento dos fios
Indicação: calvície inicial ou temporárias
Duração do tratamento: quinze semanas
Resultados: após a quinta sessão
Eficácia: 40%
A opinião dos especialistas: as aplicações não funcionam em todos os casos e podem causar dor e leve sangramento no couro cabeludo

Jato de gelo seco
Como age: aplica-se um jato de gelo seco a 175 graus negativos na parte superior do couro cabeludo. O resultado é um processo inflamatório que aumenta a vasodilatação da região, estimulando o crescimento e a nutrição dos fios
Indicação: quedas temporárias e mais leves
Duração do tratamento: dez semanas
Resultados: em um mês
Eficácia: de 30% a 35%
A opinião dos especialistas: a agressão promovida pelo jato pode causar dor. O processo inflamatório é interno e, portanto, imperceptível

Calvo, com estilo
Algumas dicas para assumir de vez a falta
de cabelo e conviver bem com a calvície
Raspar por completo os cabelos garante um ar mais moderno. Se não é essa a sua ideia, então mantenha o que resta dos fios muito bem aparado
Para ter um aspecto mais jovem, mantenha o rosto e a calva sempre bronzeados
Jamais tente tapar a careca com os fios que restam. Fica horrível
Óculos de armação mais grossa disfarçam a calvície porque estabelecem um limite entre o rosto e a careca
Prefira roupas claras e camisas com listras finas. No inverno, opte por malhas com decote em V e tons pastel para suavizar o visual

Fonte: Revista Veja


Mais informações: cabelolisopt@gmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário