COMPRE SEUS PRODUTOS COM A GARANTIA DO PAYPAL QUE CABELOLISOPT OFERECE AOS SEUS CLIENTES

8 de mar de 2010

GAYS ASSUMEM SUA VAIDADE EM PEÇA PUBLICITÁRIA

Uma mulher deslumbrante andando pela rua, desperta a atenção de todos que passam por ela.
Homens a admiram e param para observá-la. Mulheres ficam desconsertadas.
Há um casal gay e um deles olha pra a mulher. O outro com ciúmes repreende o namorado.
A cena descrita é de um comercial de O Boticário.
A empresa de cosméticos foi bastante feliz em sua nova campanha publicitária, ao mostrar de maneira muito natural e sutil um casal gay.
Esta não é a primeira vez que uma marca relacionada a produtos de beleza mostra homossexuais em seus comerciais.
Na propaganda de um shampoo um homem perguntava para uma mulher qual era o segredo dos seus belos cabelos.
Ela respondia que era um "segredo, que só conto para as amigas".
Então,o rapaz respondia. "então conta".
Nos Estados Unidos, Queer Eye for the Straight Guy conseguiu grandes contratos de publicidade com empresas a direcionar produtos específicos para homossexuais, como a marca de cosméticos L'Oréal ou a agência de viagens online Orbitz.
O conselheiro de imagem da versão americana do programa, Kyan Douglas, tornou-se o especialista da marca francesa, aparecendo em todas as campanhas, dirigindo-se não só a homens como também a mulheres.
A procura por cosméticos masculinos e por cirurgias começou com os gays, que sempre cuidaram da aparência.
Os homossexuais costumam funcionar como precursores de algumas tendências mais tarde seguidas por heterossexuais.
Raspar os pêlos do peito é uma delas.
A recente explosão nas vendas de cosméticos masculinos, no entanto, é sustentada não só pelos gays.
Quem está aderindo agora é o sujeito que nunca se preocupou em lavar o cabelo com shampoos especiais. Usava o sabonete mesmo. A maioria, inclusive, é de homens casados, e as recomendações sobre vaidade vêm da própria mulher ou namorada.
A resistência dos mais renitentes em relação ao uso de cosméticos e da plástica baseia-se num preconceito cultural.
Embora grande parte admita nas pesquisas que se preocupa com a aparência, muitos temem ser "confundidos".
Em outras palavras, apavoram-se com a idéia de que, ao assumir a vaidade, estão revelando aos amigos que sua masculinidade também já não é a mesma.
"O modelo tradicional de masculinidade está em crise, e a ele estão sendo incorporados outros valores, como a beleza. Isso não significa que o status e o dinheiro tenham perdido importância, apenas deixaram de ser os únicos pilares da masculinidade", analisa a antropóloga Mirian Goldenberg, da Universidade Federal do Rio de Janeiro."HOMOSSEXUAIS E HETEROSSEXUAIS ASSUMEM A VAIDADE CADA DIA MAIS!
Para os mais maduros e preocupados com as primeiras rugas, há ainda cremes antiidade na versão masculina, tanto para o rosto, quanto para a região específica dos olhos.
Apesar de terem ação similar a dos produtos femininos, essas linhas costumam contar com uma concentração maior de ativos, como a vitamina C e os ácidos retinóicos.
O reforço é uma forma de facilitar a absorção e garantir a eficácia do produto, uma vez que a pele masculina é ligeiramente mais espessa que a da mulher."
Não é à toa que a produção dos cosméticos para homens deu um salto significativo nos últimos anos.
A maioria dos heterossexuais, homossexuais, gays... não devem tem: pele maltratada, celulites, acúmulos de gorduras, flacidez, o famoso pneuzinho, acne, rugas, marcas de expressão, cabelos maltradados...Se cuidam mesmooo...!!!
E as mulherem que abram os olhos porque a vaidade deles não tem limite!
Estão a cada dia arrasando em busca do que há de melhor no mercado da beleza!
Não é à tôa que os melhores cabelereiros são gays, homos e heteros!!!
Tô falando: - As mulheres que se cuidem!!!
Sabia que a beleza foi feita para todos os seres humanos independente de raça, etnia, cor, idade ou opção sexual?

Nenhum comentário:

Postar um comentário